Em busca do Pelé Beijoqueiro

553 total views, 21 views today

A imagem do rei Pelé beijando carinhosamente personalidades de todo o mundo não é nenhum meme que surgiu na internet. E caçá-las pelas ruas de São Paulo é um excelente programa turístico

Tenho certeza que você já viu alguma imagem do rei Pelé beijando personalidades do mundo todo por aí. Se não foi nas ruas, a imagem provavelmente pipocou para você na internet. Mas o que muita gente não sabe é que o tal do “Pelé beijoqueiro” não é nenhum meme que surgiu nas redes sociais.

Eu não lembro bem quando foi a primeira vez que vi o Pelé lascando um beijo em alguém, mas lembrei dessas imagens por esses dias, e fui pesquisar sobre a origem. Será que era só uma zoação – muito da criativa – com o rei? Não, não era.

O responsável pelo “Pelé beijoqueiro” é o paulista Luís Bueno, que vem preenchendo espaços em muros, fachadas e tapumes com sua arte. Arte feita pelos famosos “lambe lambes” que são tão característicos dos postes e muros paulistanos. Aqueles colados com cola que não saem nem com reza brava, sabe? Mas ao invés de propagandas com a promessa de “trago a pessoa amada em três dias”, Bueno tem como obra mais conhecida uma ideia bem mais original. O artista se inspirou no épico beijo entre Pelé e o boxeador Muhammad Ali, no jogo de despedida do rei, em 1977, nos Estados Unidos, para recriar imagens com um Pelé carinhoso beijando várias personalidades e personagens.

Neste vídeo do Museu Pelé, Bueno fala sobre seu trabalho e principalmente a releitura do encontro entre as duas lendas do esporte e a escolha de outras personalidades:

Entre outros personagens dos encontros fictícios que chamam mais atenção estão Monalisa, a musa de Leonardo Da Vinci, o pintor Salvador Dalí, e os cantores Bob Marley e David Bowie.

Em época de Copa do Mundo, Pelé não poderia ser uma figura mais emblemática. Por isso, neste sábado (23), saí em busca do “Pelé beijoqueiro” pelas ruas de São Paulo. Aqui estão os três que encontrei pelo caminho:

Há muitos outros Pelés espalhados por São Paulo, em pontos que valem a visita:

Pelé e Muhammad Ali –> Ao lado do estádio do Pacaembu (foto) – entre as ruas Penápolis e Des. Paulo Passaláqua

Pelé e Salvador Dalí –> Loja El Cabritón (foto)- Rua Augusta, 2008 – Cerqueira César

Pelé e Bob Marley – Rua Augusta, 1430 – Cerqueira César

Pelé e Batman (foto) – Beco do Batman – Rua Gonçalo Afonso – Vila Madalena

Pelé e gueixa – Bairro da Liberdade

Pelé e Marilyn Monroe – Av. Paulista

Outras cidades do Brasil e do mundo, como Rio de Janeiro, Ilha do Marajó, no Pará, Santiago, no Chile, e Londres, na Inglaterra, também têm posteres do rei na arte de Luís Bueno.

Loja

É possível levar uma dessas imagens para casa. No site Bueno Caos, o artista comercializa prints de seus trabalhos, que custam entre R$ 80,00 e R$ 150,00.


Encontrou outros Pelés por aí? Compartilha aqui!

Facebook Comments
Compartilhe:

Fernanda de Lima

Jornalista. Especializada em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte e estudante de Educação Física. Hoje, escrevo sobre turismo e estádios no Guia dos Estádios. Vem comigo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *