Fim da linha para este estádio paranaense?

por Fernanda de Lima
0 comente

Há alguns meses, Rafael Ferraz Ávila entrou em contato comigo para me falar de sua luta para manter um dos estádios mais legais do Paraná de pé. O estádio é o Municipal Doutor Waldemiro Wagner, na cidade de Paranavaí, no noroeste do estado.

VEJA TAMBÉM: Tudo sobre o Estádio Durival Britto, a Vila Capanema

Conhecida como a “capital da laranja”, Paranavaí tem população que beira os 90 mil habitantes e atualmente, ao menos para quem curte futebol, um problema. Inspirado no coliseu de Los Angeles, nos Estados Unidos, o Estádio Waldemiro Wagner está ameaçado.

Desde sua inauguração em 1992, o estádio não passou por nenhuma reforma importante, o que, segundo o atual secretário de esporte e lazer da cidade, Rafael Octaviano de Souza, fez com que a prefeitura elaborasse um projeto visando à sua manutenção. No entanto, o valor para realizar as melhorias necessárias foi estimado em R$ 7 milhões. Em esclarecimento ao Guia dos Estádios, o secretário citou ainda a disparidade de um estádio com capacidade para 25 mil pessoas numa cidade de 87 mil habitantes.

Para os defensores do estádio, sua localização é uma de suas características mais interessantes. Ele fica dentro de uma erosão. Já para a prefeitura, este é um problema, visto que o estádio foi construído em cima de minas de água.

Rafael Ávila contou que está fazendo um museu do Atlético Clube Paranavaí, o único time da cidade, e tem a intenção de levar o projeto para dentro do estádio municipal. O Museu Atlético Clube Paranavaí tem como proposta oferecer serviços dentro do estádio, como visitas guiadas, onde o público poderá conhecer um pouco da história do clube e do estádio, além de fazer um passeio pela história dos principais palcos do futebol paranaense. O local contará com espaços reservados para entretenimento, loja e biblioteca. Mais do que exploração comercial do estádio, o projeto visa transformar Paranavaí em centro de referência na pesquisa do futebol paranaense. A prefeitura já tem conhecimento do projeto. “Desde que seja firmado um contrato de concessão/permissão de uso do local não vemos qualquer tipo de problema”, disse o secretário de esporte.

O projeto, apresentado no meio deste ano, está em busca de patrocinadores, apoiadores e parceiros.

Peculiaridades do Estádio Waldemiro Wagner

O estádio de Paranavaí foi inaugurado com um jogo da Seleção Brasileira contra a Costa Rica. Na ocasião, o Brasil venceu por 4 a 2 e o primeiro gol do estádio foi marcado por Raí. Rafael disse que até alguns meses atrás, com o Paranavaí como mandante, o estádio ficava aberto para visitação. Mas em setembro deste ano, o time do Atlético Clube Paranavaí teve que desocupar o Estádio Municipal Doutor Waldemiro Wagner após uma determinação do município de Paranavaí. 

“O duro é que o prefeito quer fazer tudo dentro do estádio, tudo que daria para ser feito na parte exterior e manter o estádio. Tem muita gente que não quer e que vai se mobilizar para que ele não faça isso, eu sou uma delas, nem que recorra ao Ministério Público para isso”, diz Rafael.

O secretário de esportes contou que o estádio está em condições de uso, tanto que o Atlético Clube de Paranavaí disputou o campeonato paranaense da Segunda Divisão em 2019, e vários outros eventos do município estão acontecendo por lá. Por orientação da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros, a capacidade foi diminuída para 4.900 torcedores.

O futebol em Paranavaí

Para a prefeitura outra questão muito importante é justamente a situação atual do clube da cidade, o ACP, carinhosamente chamado de “Vermelhinho do Fim da Linha”, que de campeão paranaense da primeira divisão, hoje aparece apenas na terceira divisão, segundo Rafael Octaviano de Souza, está “afundado em dívidas e com um contrato de gestão por 10 anos com uma empresa de fora que ao que tudo indica abandonou o clube”.

Paranavaí está longe de ser uma terra desconhecida no futebol. Diversos jogadores nasceram na cidade paranaense, como, por exemplo, o ex-zagueiro Sorlei (campeão carioca 1995 com o Fluminense), o lateral-esquerdo Danilo Avelar (atualmente no Corinthians), e Miranda, zagueiro da Seleção Brasileira.

O Atlético Clube Paranavaí foi campeão paranaense em 2007 e vice em 2003, mas, como citado anteriormente, hoje figura apenas na terceira divisão estadual. O clube de 1946 possuía uma estrutura considerável até definhar como consequência das más administrações. Nas arquibancadas, a queda em todos os níveis também foi sentida:

A média de público do clube nos últimos anos foi inferior a 600 torcedores, a última partida registrou público de dois pagantes. Por essa razão, pelo fato de ter que ficar fechado durante 12 meses (a próxima competição oficial do ACP é em agosto de 2020), abrigar apenas poucos jogos no ano, e ter um custo elevado para os cofres públicos, estuda-se a possibilidade de readequação do local sem perder de vista a finalidade, porém, essas medidas respeitarão a vontade popular, parecer técnico (engenheiros) e preceitos legais”, relatou Rafael Octaviano de Souza, secretário de Esportes de Paranavaí.

Em outubro de 2019, a página do Facebook da Prefeitura de Paranavaí questionou sobre a transformação do estádio em um parque e esta foi a resposta:

Para saber mais sobre o projeto do Museu, visite o site: https://museuacp.com.br

Foto: Museu Atlético Clube Paranavaí

Se este post foi útil para você, deixe-me um comentário e tenha em mente que o compartilhamento é muito bem-vindo! Seus pontos de vista e interação colaboram para que eu posso continuar fornecendo informações gratuitamente! <3

 50,971 total views,  20 views today

Você pode gostar também

Deixe um comentário