Fim da linha para este estádio paranaense?

Publicado por Fernanda de Lima em

13,541 total views, 354 views today

Há alguns meses, Rafael Ferraz Ávila entrou em contato comigo para me falar de sua luta para manter um dos estádios mais legais do Paraná de pé. O estádio é o Municipal Doutor Waldemiro Wagner, na cidade de Paranavaí, no noroeste do estado.

VEJA TAMBÉM: Tudo sobre o Estádio Durival Britto, a Vila Capanema

Conhecida como a “capital da laranja”, Paranavaí tem população que beira os 90 mil habitantes e atualmente, ao menos para quem curte futebol, um problema. Inspirado no coliseu de Los Angeles, nos Estados Unidos, o Estádio Waldemiro Wagner está ameaçado.

Desde sua inauguração em 1992, o estádio não passou por nenhuma reforma importante, o que, segundo o atual secretário de esporte e lazer da cidade, Rafael Octaviano de Souza, fez com que a prefeitura elaborasse um projeto visando à sua manutenção. No entanto, o valor para realizar as melhorias necessárias foi estimado em R$ 7 milhões. Em esclarecimento ao Guia dos Estádios, o secretário citou ainda a disparidade de um estádio com capacidade para 25 mil pessoas numa cidade de 87 mil habitantes.

Para os defensores do estádio, sua localização é uma de suas características mais interessantes. Ele fica dentro de uma erosão. Já para a prefeitura, este é um problema, visto que o estádio foi construído em cima de minas de água.

Rafael Ávila contou que está fazendo um museu do Atlético Clube Paranavaí, o único time da cidade, e tem a intenção de levar o projeto para dentro do estádio municipal. O Museu Atlético Clube Paranavaí tem como proposta oferecer serviços dentro do estádio, como visitas guiadas, onde o público poderá conhecer um pouco da história do clube e do estádio, além de fazer um passeio pela história dos principais palcos do futebol paranaense. O local contará com espaços reservados para entretenimento, loja e biblioteca. Mais do que exploração comercial do estádio, o projeto visa transformar Paranavaí em centro de referência na pesquisa do futebol paranaense. A prefeitura já tem conhecimento do projeto. “Desde que seja firmado um contrato de concessão/permissão de uso do local não vemos qualquer tipo de problema”, disse o secretário de esporte.

O projeto, apresentado no meio deste ano, está em busca de patrocinadores, apoiadores e parceiros.

Peculiaridades do Estádio Waldemiro Wagner

O estádio de Paranavaí foi inaugurado com um jogo da Seleção Brasileira contra a Costa Rica. Na ocasião, o Brasil venceu por 4 a 2 e o primeiro gol do estádio foi marcado por Raí. Rafael disse que até alguns meses atrás, com o Paranavaí como mandante, o estádio ficava aberto para visitação. Mas em setembro deste ano, o time do Atlético Clube Paranavaí teve que desocupar o Estádio Municipal Doutor Waldemiro Wagner após uma determinação do município de Paranavaí. 

“O duro é que o prefeito quer fazer tudo dentro do estádio, tudo que daria para ser feito na parte exterior e manter o estádio. Tem muita gente que não quer e que vai se mobilizar para que ele não faça isso, eu sou uma delas, nem que recorra ao Ministério Público para isso”, diz Rafael.

O secretário de esportes contou que o estádio está em condições de uso, tanto que o Atlético Clube de Paranavaí disputou o campeonato paranaense da Segunda Divisão em 2019, e vários outros eventos do município estão acontecendo por lá. Por orientação da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros, a capacidade foi diminuída para 4.900 torcedores.

O futebol em Paranavaí

Para a prefeitura outra questão muito importante é justamente a situação atual do clube da cidade, o ACP, carinhosamente chamado de “Vermelhinho do Fim da Linha”, que de campeão paranaense da primeira divisão, hoje aparece apenas na terceira divisão, segundo Rafael Octaviano de Souza, está “afundado em dívidas e com um contrato de gestão por 10 anos com uma empresa de fora que ao que tudo indica abandonou o clube”.

Paranavaí está longe de ser uma terra desconhecida no futebol. Diversos jogadores nasceram na cidade paranaense, como, por exemplo, o ex-zagueiro Sorlei (campeão carioca 1995 com o Fluminense), o lateral-esquerdo Danilo Avelar (atualmente no Corinthians), e Miranda, zagueiro da Seleção Brasileira.

O Atlético Clube Paranavaí foi campeão paranaense em 2007 e vice em 2003, mas, como citado anteriormente, hoje figura apenas na terceira divisão estadual. O clube de 1946 possuía uma estrutura considerável até definhar como consequência das más administrações. Nas arquibancadas, a queda em todos os níveis também foi sentida:

A média de público do clube nos últimos anos foi inferior a 600 torcedores, a última partida registrou público de dois pagantes. Por essa razão, pelo fato de ter que ficar fechado durante 12 meses (a próxima competição oficial do ACP é em agosto de 2020), abrigar apenas poucos jogos no ano, e ter um custo elevado para os cofres públicos, estuda-se a possibilidade de readequação do local sem perder de vista a finalidade, porém, essas medidas respeitarão a vontade popular, parecer técnico (engenheiros) e preceitos legais”, relatou Rafael Octaviano de Souza, secretário de Esportes de Paranavaí.

Em outubro de 2019, a página do Facebook da Prefeitura de Paranavaí questionou sobre a transformação do estádio em um parque e esta foi a resposta:

Para saber mais sobre o projeto do Museu, visite o site: https://museuacp.com.br

Foto: Museu Atlético Clube Paranavaí

Se este post foi útil para você, deixe-me um comentário e tenha em mente que o compartilhamento é muito bem-vindo! Seus pontos de vista e interação colaboram para que eu posso continuar fornecendo informações gratuitamente! <3

Compartilhe:
Categorias: BlogParaná

Fernanda de Lima

Jornalista. Especializada em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte e estudante de Educação Física. Hoje, escrevo sobre turismo e estádios no Guia dos Estádios. Vem comigo?

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *