Arena da Baixada

410 total views, 2 views today

Nome: Estádio Joaquim Américo Guimarães

Inauguração: 14 de maio de 2014

Jogo de abertura: Atlético-PR 1 x 2 Corinthians

Capacidade: 39.414

País: Brasil

Cidade: Curitiba – PR

Clube: Clube Atlético Paranaense

Se você conhece a história do Atlético-PR e da Arena da Baixada pode ter ficado com a pulga atrás da orelha ao ler logo acima que a inauguração do estádio Joaquim Américo Guimarães data de 2014. Se considerássemos o local onde o estádio foi construído poderíamos colocar mais 100 anos na conta. É que a primeira arena com cobertura retrátil da América Latina foi construída no local em que duas outras versões da casa do Atlético-PR também entraram para a história do clube e do futebol brasileiro.

FIQUE LIGADO: Todas as novidades sobre a Arena da Baixada estão aqui

Em 06 de setembro de 1914, foi inaugurado ali o estádio popularmente conhecido como Baixada da Água Verde, palco do futebol paranaense por 103 anos, até a construção e posterior inauguração, em 20 de junho de 1999, da primeira versão da Arena da Baixada.

É claro que essas três construções estão intimamente ligadas e falar de um estádio sem falar do outro é deixar um pedaço importante da história para trás. História esta que começou no século XX com o presidente de um clube que daria origem ao Atlético-PR, o International Foot-Ball Club. Joaquim Américo Guimarães foi o principal responsável pela construção do estádio no bairro da Água Verde, em uma das regiões nobres de Curitiba. O local, assim como o patrimônio do Internacional, caiu como herança no colo do Atlético-PR, que em 1934 nomeou oficialmente o estádio como Joaquim Américo Guimarães.

Baixada da Água Verde

Joaquim Américo Guimarães foi um importante dirigente do esporte paranaense. Nascido em Paranaguá, Guimarães foi presidente do Jockey Club do Paraná e fundou o International Foot-Ball Club em 22 de maio de 1912. Com a fundação do clube, o dirigente firmou contrato com a chácara da notória família Hauer de Curitiba  (nos dias atuais, Hauer é inclusive nome de um bairro na cidade). O local tornaria-se o primeiro estádio de futebol do Paraná. Com uma arquitetura completamente diferente do que chamamos de estádio, a Baixada da Água Verde contava basicamente com estruturas de madeira nas arquibancadas. Até então, o Atlético-PR nem sonhava existir. Diante de três mil pessoas (recorde absoluto para a época), seu clube precursor, o Internacional-PR, enfrentou o Flamengo na partida inaugural Baixada. Os cariocas venceram por 7 a 1.

Então, com a fusão entre dois clubes paranaenses, o próprio Internacional e o América, nascia o Atlético-PR. Com posse do estádio, o Furacão deu início a reformas e constantes brigas para não perder o terreno. Entre 1986 e 1994, o Atlético-PR abdicou da Baixada da Água Verde e mandou seus jogos no estádio do Pinheirão, até retornar a sua casa após uma grande reforma.

Primeira Arena

A primeira Arena da Baixada começou a ser sonhada em 1995, quando Mario Celso Petraglia assumiu a presidência do Atlético-PR e implementou uma política de gerenciamento empresarial no clube. Em 1997, a Baixada da Água Verde ganhava nova cara, num projeto inovador para a época. A obra foi considerada, inclusive, a mais moderna da América Latina até 2007, quando perdeu o status para o Engenhão. Inaugurada em 24 de junho 1999, a primeira versão da Arena da Baixada contava com praça de alimentação, diversas escadas de acesso, elevadores e arquibancadas que deixavam os torcedores à beira do gramado. No primeiro jogo do estádio, o Atlético-PR venceu o Cerro Porteño por 2 a 1.

O rubro-negro paranaense viveu seus principais momentos de glória durante esta fase. Foi na primeira Arena da Baixada que o clube conquistou o Brasileirão de 2001 e foi vice-campeão do Brasileirão de 2004 e da Libertadores de 2005.

Arena da Baixada

A Arena da Baixada como conhecemos hoje foi construída para a Copa do Mundo  de 2014, realizada – obviamente – no Brasil. A construção da nova casa atleticana começou em 2012 e foi entregue em maio de 2014. Em 14 de maio, Atlético-PR e Corinthians jogaram um amistoso para inaugurar o palco do Mundial da FIFA. Com a camisa do rubro-negro, o atacante Marcelo Cirino foi o autor do primeiro gol no estádio, mas os visitantes levaram a melhor ao final da partida: 2 a 1.

Relembre o primeiro gol da renovada Arena da Baixada:

A Arena sediou quatro jogos da Copa do Mundo:

  • Irã 0 x 0 Nigéria;
  • Honduras 1 x 2 Equador;
  • Austrália 0 x 3 Espanha;
  • Argélia 1 x 1 Rússia.

O pioneirismo do Atlético-PR não vem só da cobertura retrátil no Brasil, mas também de negociações como a de primeiro estádio com naming rights do País. Em 2005, quando nem se sonhava em Itaipava e Allianz em nomes de estádios, o rubro-negro comercializou a venda dos direitos de nome de seu estádio. A Kyocera Arena resultou da parceria entre o clube e a empresa japonesa Kyocera Mita America. O acordo durou três anos e nesse período os asiáticos também estamparam a camisa do Furacão com o patrocínio principal.

A obra

A Arena da Baixada tem capacidade liberada para receber cerca de 40 mil torcedores em jogos oficiais e 60 mil pessoas em outros eventos. O público presente tem à sua disposição cobertura em todos os setores, estacionamento coberto, setor VIP, 35 camarotes e zonas com acessibilidade por todo o estádio. Mas o que chama a atenção mesmo no estádio é, sem dúvida, a cobertura retrátil.

Teto retrátil da Arena da Baixada é um dos grandes orgulhos do clube | Foto: Fernanda de Lima / Guia dos Estádios

As duas abas no teto do estádio são móveis e se abrem em direção às traves dos gols e se fecham em direção ao círculo central do campo. Cada uma das abas pesa 300 toneladas e levam 26 minutos para fechar completamente. Outro diferencial do teto retrátil da Arena da Baixada é que ele é ecológico e através dele é feita a captação da água da chuva. E a Arena não para quando o quesito é inovação. Você sabia que a grama utilizada no campo de jogo é sintética? No início de 2018, a FIFA renovou o certificado que garante a utilização deste tipo de gramado até pelo menos março de 2019. O Furacão utiliza o gramado artificial desde 2016.

Recorde de público

Curiosamente, o recorde de público da Arena da Baixada não é do time da casa. Em 03 de outubro de 2017, o Paraná enfrentou – e venceu por 1 a 0 – o Internacional pela Série B do Campeonato Brasileiro na arena atleticana e lotou as arquibancadas com 39.414 torcedores. Em jogos do Atlético-PR o recorde de público é de 38.020, no jogo Atlético-PR 0 x 0 Flamengo, em 11 de dezembro de 2016. Já em eventos gerais, o maior público já presente na arena é de 45.207 no UFC 198, realizado em 15 de maio de 2016.

Arena do Futuro

Outra construção que está sendo erguida anexa ao estádio é a Arena do Futuro, uma espécie de Mineirinho da Arena da Baixada. Ainda sem previsão de inauguração, ela deve sediar jogos de outras modalidades e eventos variados.

Títulos conquistados na Arena da Baixada

  • Campeonato Paranaense 2018 – Atlético-PR campeão (Coritiba 1 x 0 Atlético-PR | Atlético-PR 2 x 0 Coritiba)

Onde fica

Rua Buenos Aires, 1260 – Água Verde, Curitiba – PR

Como chegar

É bem fácil chegar à Arena da Baixada. Para quem está em Curitiba, o transporte público facilita, com linhas de ônibus que passam nas imediações do estádio. Quem vem do aeroporto ou da rodoviária chega com facilidade também. Mas vamos destrinchar o trajeto por partes.

Confira as linhas de ônibus que chegam à Arena da Baixada:

Rodoviária – Centenário/Campo Comprido

Passeio Público – Capão Raso/Santa Cândida

Boca Maldita – Centenário/Campo Comprido

Praça Rui Barbosa – Centenário/Santa Cândida

Terminal Guadalupe – Circular Centro

Saindo da Rodoviária

Para chegar à Arena da Baixada saindo da Rodoferroviária de Curitiba é necessário andar até a estação tubo Mariano Torres (a 350 metros) e pegar o ônibus 303 sentido Terminal Campo Comprido; descer na estação tubo Rui Barbosa e pegar o ônibus 670 sentido São Jorge. Depois disso, é só descer na Av. Iguaçu, 1438, e seguir a pé sentido Rua Buenos Aires, a rua do estádio do Atlético-PR.

Detalhe para os passageiros de primeira viagem:

A maior parte dos pontos de ônibus em Curitiba ficam em estações em formato de tubo, em que você paga a passagem na entrada deles e aguarda o ônibus dentro dos tubos. Nas estações tubo não é preciso dar sinal para os ônibus pararem. Pode parecer um detalhe bobo, mas fiquei um pouco perdida na primeira vez que andei de transporte público na cidade. A passagem de ônibus curitibana custa R$ 4,25 (valor de julho de 2018) e a transferência em terminais é gratuita.

Saindo do Aeroporto

O Aeroporto Internacional de Curitiba, Afonso Pena, na verdade, fica localizado em outro município, o de São José dos Pinhais, a 17 km da capital paranaense e da Arena da Baixada. O aeroporto possui linhas de ônibus que levam a vários pontos de Curitiba, como a Rodoferroviária, onde é possível pegar outras linhas (mencionadas acima) para seguir até a arena.

Onde estacionar

Se for de carro à Arena da Baixada, o melhor lugar para estacionar é dentro do próprio estádio. Em dias de jogos, o estacionamento abre duas horas antes das partidas e custa R$ 30,00.

Ingressos

Os ingressos para os jogos do Atlético-PR na Arena da Baixada podem ser adquiridos através do site ingressoscap.com.br e nas bilheterias do estádio.

Confira o mapa de acesso da Arena da Baixada:

Mapa dos setores da Arena da Baixada | Fonte: Atlético-PR

Quanto custa

Arquibancadas – R$ 100 (R$ 50 meia-entrada)

Setor VIP – R$ 350 (R$ 175 meia-entrada)

O camarote mais barato da Arena da Baixada possui 12 lugares e custa R$ 7.500 para assistir a uma partida de futebol.

*preços de julho de 2018*

CONFIRA: Programação de jogos, shows e outros eventos na Arena da Baixada

Tour

O estádio do Atlético Paranaense virou um ponto turístico em Curitiba. Quando eu o visitei, em maio de 2018, tive a companhia de atleticanos, torcedores de diversos estados do Brasil e estrangeiros que estavam de passagem pela cidade. O tour é inteiramente guiado e apresenta aos visitantes as principais instalações do estádio: área VIP, arquibancadas, gramado, vestiários e sala de imprensa. Anexo ao estádio também tem uma loja do clube, com inúmeros produtos licenciados e da patrocinadora do Atlético-PR.

Durante o passeio pela arena, o guia conta a história da construção do estádio, desde a Baixada da Água Verde até o que está por vir, com a construção da Arena do Futuro.

Assista ao tour pela Arena da Baixada, o estádio do Atlético Paranaense:

EM BREVE

Horário de funcionamento: de terça-feira a domingo, às 9h30, 10h30, 11h30, 14h, 15h e 16h (programação sujeita a alterações devido a eventos na arena).

Quanto custa: R$ 20,00 (R$ 10,00 meia-entrada para estudantes, professores, idosos acima de 60 anos, doadores de sangue, crianças entre 3 e 12 anos e portadores de deficiência e acompanhante, com documentação válida) para o público geral e R$ 5,00 para sócios Furacão. Os ingressos são comercializados no Centro de Atendimento, na esplanada da Rua Buenos Aires. O pagamento deve ser realizado somente em dinheiro ou cartão de débito.

E leia mais sobre todos os detalhes do tour aqui.

Onde comer & beber

Confira as opções de onde comer e beber antes, durante ou após os jogos e/ou visitar a Arena da Baixada:

Hard Rock Café

Shopping Curitiba

Sports Bar

Visite também

Museu Ucraniano

Ópera de Arame

Jardim Botânico

Parque Tanguá

Compras

Quer levar uma lembrancinha do Atlético-PR, da Arena da Baixada ou de Curitiba para casa? Confira as opções:

Loja Oficial Atlético Paranaense

Facebook Comments
Compartilhe:

Fernanda de Lima

Jornalista. Especializada em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte e estudante de Educação Física. Hoje, escrevo sobre turismo e estádios no Guia dos Estádios. Vem comigo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *